Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

sábado, 20 de abril de 2013

Práticas de avaliação


Iniciando uma análise do texto de Zabala sobre as práticas de avaliação (capítulo 8 do livro A prática educativa), em duplas, coloquem suas impressões sobre o pensamento do autor, a partir das discussões anteriores sobre o tema e de acordo com os questionamentos abaixo:

a) Qual o objetivo fundamental da avaliação, do ponto de vista construtivista?

b) O que a relação professor-aluno pode ter a ver com a avaliação formativa? Comente, com relação à Ed.  Infantil: "O que não podemos fazer ao longo de todo o ensino (...) é medir ou etiquetar o aluno conforme sua capacidade de ser um 'vencedor' (p.212)"

c) Sinteticamente, apontem as principais características da avaliação formativa: inicial, reguladora, final e integradora.

d) Quais relações vocês fazem a respeito dos conteúdos factuais, conceituais, procedimentais, atitudinais e as práticas de avaliação na Educação Infantil?
  1. a) Qual o objetivo fundamental da avaliação, do ponto de vista construtivista?
    A avaliação do ponto de vista construtivista visa a formação integral do indivíduo, não possuindo uma avaliação uniformizadora e sim uma avaliação diversificada considerando todos os envolvidos no processo ensino/aprendizagem.
    (Camila Resende, Gislaine Silva, Letícia Ferreira e Marília Resende)
    Responder
  2. 1)
    Na concepção construtivista do ensino-aprendizagem o conhecimento é centrado na formação como um todo (nos professores, nos pais, nos alunos, na escola, enfim, em todos aqueles envolvidos na formação do aluno), não dando importância somente ao resultado final mas trazendo como foco o processo percorrido na construção do conhecimento. Tudo isso levando-se em conta a tragetória de cada aluno e valorizando seus conhecimentos prévios. O ojetivo, portanto, é a formação integral do educando.
    (Juliana Santos, Juliete, Sabrina Borges e Thaise)
    Responder
  3. a) Qual o objetivo fundamental da avaliação, do ponto de vista construtivista?
    Diferentemente do conceito de avaliação tradicional em que esta é concebida apenas como um meio de classificar os alunos, o objetivo fundamental do ponto de vista construtivista visa uma formação integral da pessoa. "O objeto da avaliação deixa de se centrar exclusivamente nos resultados obtidos" e se situa no processo de ensino/aprendizagem, isto é, a avaliação não se centra apenas no aluno, mas também na equipe que intervém no processo.

    (GABRIELE, VANESSA, JULIANA AGOSTINI)
    Responder
  4. 2)
    A avaliação formativa implica em não classificar o aluno, mas usar a avaliação como um modo de entender melhor o processo deste aluno para que ele possa melhor compreender o conteúdo. É uma avaliação mais diagnóstica, no sentido de que possa realmente ajudar o aluno em suas dificuldades e trabalhar mais suas potencialidades.
    (Juliana Santos, Juliete, Sabrina Borges e Thaise)
    Responder
  5. b) O que a relação professor-aluno pode ter a ver com a avaliação formativa? Comente, com relação à Ed. Infantil: "O que não podemos fazer ao longo de todo o ensino (...) é medir ou etiquetar o aluno conforme sua capacidade de ser um 'vencedor' (p.212)"
    Na avaliação formativa, o professor estabelece uma relação de cumplicidade com o aluno através do processo que se cria nesse percurso. O docente possui amplas possibilidades de atuação através de análises diárias sobre os conhecimentos prévios dos educandos, sobre os conhecimentos adquiridos e sobre os conteúdos a serem trabalhados. O processo ensino/aprendizagem ganha um caráter flexível objetivando-se desta forma atingir um amplo desenvolvimento do aluno.
    Quando o indivíduo é inserido em uma instituição de ensino, o sistema educacional tende a moldá-lo dentro dos métodos avaliativos. Restringe-se ao ato de selecionar, ou seja, taxa-se esse aluno, o que não acontece na avaliação formativa, daí então a urgência deste modelo (avaliação formativa) ser aplicado desde a entrada do aluno em um ambiente escolar.
    (Camila Resende, Gislaine Silva, Letícia Ferreira e Marília Resende)
    Responder
  6. a-A avaliação do ponto de vista do construtivismo é aquela que se adapta as dificuldades do aluno,não colocando ele como o único sujeito responsável pela sua aprendizagem.
    b-A avaliação formativa leva em consideração a trajetória e o conhecimento do aluno,ela não visa somente os resultados finais.Para isso a relação professor e aluno é muito importante,pois cabem a eles terem um bom relacionamento para que a troca de conhecimentos aconteça.
    c-A etapa inicial permite que o professor conheça melhor o aluno e suas perspectivas em relação a aula;a etapa reguladora permite analisar o que o aluno esta aprendendo,assim sendo a avalição tem como objetivo a modificação e a evolução contínua do aluno;na etapa final pode-se avaliar o conhecimento e os resultados obtidos durante todo o processo de ensino-aprendizagem;na etapa integradora é possivel analisar a trajetória do aluno,os resultados finais do processo e o que foi necessário ser feito e o que será necessário fazer.
    d-Os conteúdos factuais associam os fatos aos conceito de modo que transforme o conhecimento;os conteúdos conceituais são aqueles em que há a necessidade de se conhecer os conceitos de uma matéria;para os conetudos procedimentais é preciso que haja uma reflexão e compreensão do processo de ensino-aprendizagem;os conteudos atitudinais partem da prespectiva da observação.Todos esses conteudo podem ser feitos na Educação Infanti,para tanto é necessario o bom senso do professor e que sua pratica seja crítica e realista.
    (LAÍS E LUCIANA CARVALHO)
    Responder
  7. a)Esse objetivo seria formar amplamente o aluno para não apenas chegar à universidade mas também se tornar um bom profissional. Essa avaliação engloba todos os conhecimentos no processo de ensino/aprendizagem do aluno, tanto dentro como fora da escola.

    b)A relação professor/aluno deve ser sempre de troca, onde o professor possa relacionar a bagagem vivida pelo aluno no ambiente sócio-cultural e familiar com as novas experiência que ele vai receber na sala de aula. Não se deve avaliar o aluno visando seu futuro profissional, mas sim avaliá-lo de forma que seus desempenhos no presente (dia-a-dia) sejam refletido no futuro

    c) Avaliação inicial seria um primeiro momento de conhecimento do aluno, o que ele sabe, como sabe e o que pode chegar a saber, desse modo fica mais fácil saber que tipo de atividades aplicar em determinado grupo de alunos.

    Avaliação reguladora seria como o aluno aprende e como ele se adapta ao processo de ensino/aprendizagem.

    Avaliação final seria os resultados obtidos e conhecimentos adquiridos pelo aluno , individualmente ou em grupo, durante o processo de ensino/aprendizagem.

    Avaliação integradora seria todo resultado obtido pelo aluno durante sua trajetória escolar.

    d) A avaliação na educação infantil não esta preocupada em relacionar o que o aluno sabe ao que foi pedido em uma determinada atividade, se não foi feito o que se pede o professor acaba colocando como “errado”, perdendo assim as milhares de possibilidades de significado que um simples desenho, colorido de uma outra cor por exemplo, pode ter para o aluno na educação infantil. Atividade em grupo também são pouco avaliadas pelos professores na educação infantil.

    Cleide Cristina Oliveira e Queli Aparecida Poinha
    Responder
  8. A) Qual o objetivo fundamental da avaliação, do ponto de vista construtivista?
    O objetivo fundamental da avaliação é avaliar não somente o aluno como sujeito que aprende, mas, também, ao professor que ensina. Deixando de centrar exclusivamente nos resultados obtidos, se situando prioritariamente no processo de ensino/aprendizagem.
    C) Sinteticamente, apontem as principais características da avaliação formativa: inicial, reguladora, final e integradora.
    Inicial – Ela não pode ser estática, de análise de resultados, consiste em conhecer o que cada um dos alunos sabe, sabe fazer e é, e o que pode chegar a saber, saber fazer ou ser, e como aprendê-lo. Propõe uma organização de uma série de atividades de aprendizagem, que se supõe possibilitará o progresso dos alunos.
    Reguladora – É o conhecimento de como cada aluno aprende ao longo do processo de ensino/aprendizagem tem como propósito a modificação e a melhora contínua do aluno que se avalia.
    Avaliação final e integradora – É o conhecimento e a avaliação de todo o percurso do aluno, manifesta a trajetória seguida pelo aluno, as medidas específicas que foram tomadas, o resultado final de todo o processo e as previsões sobre o que é necessário continuar fazendo ou o que é necessário fazer de novo.
    (Isabel, Juliana Neves, Pollyanna)
    Responder
  9. b) O que a relação professor-aluno pode ter a ver com a avaliação formativa? Comente, com relação à Ed. Infantil: "O que não podemos fazer ao longo de todo o ensino (...) é medir ou etiquetar o aluno conforme sua capacidade de ser um 'vencedor' (p.212)"

    Através da avaliação formativa, a relação professor/aluno se configura como base para a identificação das dificuldades de cada aluno, possibilitando assim que o mesmo venha desenvolver suas capacidades cognitivas, afetivas, sociais e motoras plenas.

    (GABRIELE, VANESSA, JULIANA AGOSTINI)
    Responder
  10. a) Qual o objetivo fundamental da avaliação, do ponto de vista construtivista?

    No Construtivismo, o sistema avaliativo está baseado principalmente no processo de ensino/aprendizagem, tanto da classe em geral, como de cada aluno, envolvendo questões quanto à diversidade e valorizando as singularidades e potencialidades de todos. É importante salientar, que nesse percurso não só o aluno é avaliado, mas também a equipe pedagógica, o que permite constatar falhas a serem revistas, uma alternativa essa de buscar sempre promover o conhecimento de forma ampla. (Ana Paula e Sirlei)
    Responder
  11. c)
    A Avaliação formativa inicial envolve um diagnóstico, um planejamento; a reguladora é utilizada para modificar e melhorar continuamente o desenvolvimento do aluno; a final é para uma compreensão e valoração do processo; por fim temos a integradora que permite estabelecer novas propostas de intervenção.
    (Juliana Santos, Juliete, Sabrina Borges e Thaise)
    Responder
  12. c) Sinteticamente, apontem as principais características da avaliação formativa: inicial, reguladora, final e integradora.
    Na inicial:Diagnostica-se o conhecimento prévio dos alunos.
    Na reguladora:Adapta-se as dificuldades aos conteúdos a serem trabalhados.
    Na final:Observa-se os resultados obtidos e os conhecimentos adquiridos.
    Na integradora:Analisa-se todo o processo buscando novas propostas de intervenção.
    (Camila Resende, Gislaine Silva, Letícia Ferreira e Marília Resende)
    Responder
  13. b) O que a relação professor-aluno pode ter a ver com a avaliação formativa? Comente, com relação à Ed. Infantil: "O que não podemos fazer ao longo de todo o ensino (...) é medir ou etiquetar o aluno conforme sua capacidade de ser um 'vencedor' (p.212)"

    Na relação professor/aluno, no caso na Educação Infantil, é de suma importância que haja um contato direto entre os agentes educacionais, no qual se possa criar situações participativas e um ambiente acolhedor a toda pluralidade humana (cultura, raça). Dessa forma, visa-se trazer à tona o conhecimento prévio de cada aluno e integrá-lo ao do grupo, para que assim possam construir paulatinamente seu próprio saber. Além do que, são nessas situações em que o educador torna-se conhecedor e promissor de práticas pedagógicas flexíveis e adaptáveis. Nessa perspectiva, considera-se primordial uma avaliação de todo o processo, sendo assim, formativa.
    (Ana Paula e Sirlei)
    Responder
  14. a) Qual o objetivo fundamental da avaliação do ponto de vista construtivista?

    O objetivo fundamental é o de se situar prioritariamente no processo de ensino/aprendizagem, tanto do grupo/classe como de cada um dos alunos. O sujeito da avaliação não se centra apenas no aluno, como também na equipe que intervém no processo.


    c) Sinteticamente, apontem as principais características da avaliação formativa: inicial, reguladora, final e integradora.

    A avaliação é um processo em que sua primeira fase se denomina avaliação inicial que é o conhecimento que cada aluno sabe, sabe fazer e como é, é o ponto de partida que deve nos permitir, em relação aos objetivos e conteúdos de aprendizagem previstos, estabelecer os tipos de atividades e tarefas que tem que favorecer a aprendizagem de cada aluno.
    Já a avaliação reguladora é o conhecimento de como cada aluno aprende ao longo do processo de ensino/aprendizagem, para se adaptar as novas necessidades que se colocam.
    Na avaliação final, é o conhecimento dos resultados obtidos e aos conhecimentos adquiridos.
    Por fim, a avaliação integradora é entendida como um informe global que, a partir do conhecimento inicial, manifesta a trajetória seguida pelo aluno, as medidas específicas que foram tomadas, resultado final de todo o processo e, a partir deste conhecimento, as previsões sobre o que é necessário continuar fazendo ou o que é necessário se refazer.

    Thaís e Elaine
    Responder
  15. Ana Cristina Pederiva e Luciana Vilela

    a)A partir do ponto de vista construtivista, a avaliação não deve se centrar proritariamente no aluno. Seu foco deve ser no processo de ensino/aprendizagem de aluno, professor e equipe escolar. Os conhecimentos prévios dos educandos devem ser valorizados e os educadores devem constantemente problematizarem sua prática acerca dos verdadeiros motivos da avaliação.


    b)A relação professor-aluno está diretamente ligada à avaliação formativa, uma vez que esta depende da relação entre os sujeitos no processo de ensino/aprendizagem. A partir deste, pode-se estabelecer os avanços e dificuldades dos alunos, assim, o educador pode adequar e adaptar suas formas de ensino para que o educando possa evoluir. É importante ressaltar que a avaliação não deve ser uma forma de classificar os alunos em bons ou ruins de acordo com os objetivos escolares, os quais geralmente são voltados para a carreira, e não consideram as possibilidades pessoais de cada um. Acreditamos que o processo de ensino/aprendizagem deve ocorrer visando à formação integral dos sujeitos desde a Ed. Infantil. E claro, não deve acabar quando o sujeito se forma na Universidade, a formação deve ser contínua

    c)Durante o processo a avaliação é denominada de várias formas. Em sua primeira fase é denominada de avaliação inicial. Quando são necessárias novas atividades que comportem desafios adequados ao novo nível de aprendizagem dos educandos, é denominada avaliação reguladora. A avaliação final se refere aos resultados obtidos e, por fim, a avaliação somativa é para todo o percurso do educando, de maneira global.
    Responder
  16. c)Sinteticamente, apontem as principais características da avaliação formativa: inicial, reguladora, final e integradora.

    Avaliação inicial: valorização do conhecimento prévio de cada aluno.
    Avaliação reguladora: organização e adequação dos conteúdos a serem trabalhados de acordo com a turma.
    Avaliação final: resultados.
    Avaliação integradora: observação de todo o processo e promoção de novas propostas de intervenção.
    Responder
  17. a)Deixar de focar exclusivamente nos resultados obtidos pelos alunos e situar-se prioritariamente no processo ensino/ aprendizagem, onde não só o aluno será sujeito da avaliação, mas sim toda a equipe envolvida no processo educativo.

    c) Em uma avaliação formativa o processo avaliador deve partir da observação de diferentes fases de uma intervenção que deve ser estratégica. Um ponto inicial é conhecer o que o aluno já sabe, o que traz consigo, seus conhecimentos prévios (inicial). A partir daí descobrir como os alunos aprendem ao longo do processo de ensino/ aprendizagem e adaptá-lo ao seu contexto com o intuito de melhorar seu aprendizado (reguladora). A avaliação final se refere aos resultados obtidos e aos conhecimentos adquiridos pelos alunos durante o processo. Por fim, a avaliação integradora consiste em um mapeamento geral de todo processo, permitindo estabelecer novas propostas de intervenção ou continuar fazendo o que é necessário.

    Fabiana Olívia e Raquel Anacleto
    Responder

  18. Este comentário foi removido pelo autor.
    Responder
  19. Avaliação inicial: este processo consiste em conhecer o que cada um dos alunos sabe, o que sabe fazer e o que pode chegar a saber e como aprendê-lo.

    Avaliação reguladora: é "o conhecimento de como cada aluno aprende ao longo do processo ensino/aprendizagem".

    Avaliação final: é o conhecimento do resultado obtido e os conhecimentos adquiridos.

    Avaliação integradora: é o conhecimento adquirido durante toda a trajetória seguida pelo aluno.

    (GABRIELE, VANESSA, JULIANA AGOSTINI)
    Responder
  20. a-) A avaliação contrutivista é pautada no processo de construção do conhecimento com um todo, leva em consideraçao o desenvolvimento integral do aluno, não se preocupando com a classificação.
    NARA RESGALLA CARLA SILVA
    Responder
  21. a) A avaliação não consiste em apenas avaliar o aluno em provas tradicionais, ela deve acontecer no dia a dia da sala de aula, levando em conta cada evolução dos sujeitos em diferentes aspectos. A avaliação ainda não pode ser encarada uniformemente, deve-se levar em conta a singularidade de cada aluno, considerando que através da avaliação o professor pode avaliar a si próprio. Quando a avaliação é aplicada de forma tradicional, o professor não valoriza o que cada indivíduo sabe, o potencial individual adquirido durante a trajetória do mesmo. Ele encontra somente um resultado já esperado e planejado.

    b) A relação professor-aluno está diretamente ligada com o posicionamento do professor, pois é a partir daí que os alunos são etiquetados como sendo capazes ou não. Cobra-se muito da educação infantil, porém não se leva em conta a individualidade de cada criança e o seu tempo de aprendizagem, esperando de todos o mesmo resultado. O aluno que não atingir as mesmas capacidades que o restante da sala não deve ser considerado incapaz, deve-se explorar outras capacidades que ele possui.
    A avaliação formativa consiste em formar um cidadão de forma que ele desenvolva suas habilidades e adquira uma formação integral satisfatória como pessoa. Então a relação professor-aluno deve ser baseada na avaliação formativa, que como já citado, busca formar um sujeito integral, capaz de pensar por si próprio, criar novas idéias, e não somente reproduzir as questões decoradas para uma prova

    c) A avaliação inicial consiste em o educador conhecer o aluno, suas experiências, capacidades, interesses, estilo de aprendizagem, para assim, traçar os seus objetivos; Na avaliação reguladora o professor irá adequar seu plano de intervenção às necessidades educacionais de cada aluno, sendo um processo de adaptação e adequação; Na avaliação final o professor irá apurar os resultados obtidos, analisando o processo de aprendizagem e o progresso que cada aluno obteve, levando em conta as características específicas de cada aluno, a partir desse resultado o professor pode dar continuidade à formação do aluno. A avaliação integradora é o conhecimento de todo o percurso do aluno.

    d) Na educação infantil deve-se levar em conta todos estes conteúdos de avaliação, pois nela não aplica-se avaliações escrita, por isso é de grande importância trabalhar os conteúdos factuais, conceituais, procedimentais e atitudinais, para poder avaliá-los no dia-a-dia da prática escolar. Estes conteúdos são fundamentais na formação integral do sujeito.


    (JULIA CAROLINA E TAMARA)
    Responder
  22. Ana Cristina Pederiva e Luciana Vilela

    Os conteúdos factuais, conceituais, procedimentais e atitudinais avaliam não apenas o desenvolvimento das potencialidades do aluno,assim como do professor também. É importante ressaltar que durante o processo o professor deve estar consciente e crítico acerca de sua prática e avaliar o educando em todas as suas dimensões.
    Responder
  23. b-)é uma observaçao sistematica do cotidiano do aluno, estando atento a seus progressos e nescessidades para que a aprtir de uma relaçao de parceria e autonomia entre aluno e professor, se construa o conhecimento.
    NARA RESGALLA CARLA SILVA
    Responder
  24. d) Quais relações vocês fazem a respeito dos conteúdos factuais, conceituais, procedimentais, atitudinais e as práticas de avaliação na Educação Infantil?

    Tanto os conteúdos factuais, quanto os conceituais, os procedimentais e os atitudinais são relevantes no processo de ensino/aprendizagem, visto que, todos contribuem para um aprendizado efetivo, desde que utilizados de forma contextualizada, buscando assim, estimulos adequados para a aquisição do conhecimento de cada aluno.

    (GABRIELE, VANESSA, JULIANA AGOSTINI)
    Responder
  25. Este comentário foi removido pelo autor.
    Responder
  26. Quais relações vocês fazem a respeito dos conteúdos factuais, conceituais, procedimentais, atitudinais e as práticas de avaliação na Educação Infantil?

    o autor propoe a avaliaçao dos fatos e conceitos, seja a do tipo mais rápido ou exaustivo. Uma nota importante diz respeito à observação de que os conceitos podem ser mais bem avaliados quando a expressão verbal é possível, e não apenas a escrita, da mesma forma que vê nas pessoas a necessidade de uma expressão de gestos, citando o exemplo do uso das mãos que os indivíduos fazem para explicar melhor esses conceitos. Esclarece que os procedimentos só podem ser avaliados enquanto um "saber fazer", propondo uma avaliação sistemática em situações naturais ou artificialmente criadas. Afirma que os conteudos atitudinais implicam na observação das atitudes em diferentes situações e levanta a possibilidade das pessoas nao darem o devido valor às atitudes enquanto um conteudo, pelo fato das mesmas nao poderem ser quantificadas. É mais facil a utilizaçao de avaliaçoes sobre os conceitos e procedimentos do que sobre as atitudes, mas a observação continua a ser a forma preferida para as atitudes e procedimentos. Para isto ela precisa ser vista como pertencente a um clima de cooperação e cumplicidade entre professores e alunos.
    Responder
  27. c-) Avalição inicial é uma avalição diagnostica que permite ao professor conhecer o perfil e o conhecimento previo dos alunos; Avalição reguladora o professor irá intervir com as metodologias adequadas as nescessidades de cada aluno; Avaliçao final consiste em apurar os resultados obtidos apos a intervenção; Avaliação integradora é a somatoria de todas as etapas da avaliação tenso-se uma visão integral do desenvolvimento do aluno.
    NARA RESGALLA CARLA SILVA
    Responder
  28. Fabiana e Raquel
    b)- É necessário que o professor conheça seus alunos para que possa estabelecer uma relação de respeito e confiança, e que este possa ser o pilar para a construção do conhecimento. Assim, o professor deve estar atento a todo processo pelo qual o aluno está passando e agir de acordo com suas necessidades.
    Cada aluno tem um tempo para assimilar o que foi ensinado e isso deve ser levado em conta pelo professor. Esses processos de seleção ou separação que a escola às vezes impõe, acaba por tolhir o desenvolvimento do aluno. O educador deve compreender que sua obrigação profissional consiste em incentivar e potencializar a auto estima do aluno, fazendo com que este aprenda cada dia mais.

    d)- Na educação infantil muitas vezes os professores estão preocupados em avaliar os conteúdos apreendidos pelos educandos e para isso se utilizam de atividades que pouco estimulam o aluno a pensar e refletir, como marcar x ou colorir de uma cor pré determinada . Porém, esta forma de avaliação pode ser insuficiente para observar o que o aluno realmente sabe, podendo assim perder elementos importantes que os alunos demonstram através de um desenho, rabisco, uso de cores, etc.
    Responder
  29. Segundo Zabala, há uma significativa diferença entre a avaliação sanciadora, classificatória e quantitativa - onde o sujeito da atividade é somente o aluno, e o objeto da avaliação se restringe às aprendizagens que contribuam para um futuro ingresso numa universidade - e a avaliação formativa - que se preocupa com a formação integral do educando,levando em conta não só o desenvolvimento das capacidades cognitivas, como também motoras, de autonomia, inserção social ...
    Neste contexto, o sujeito da avaliação não se centra apenas no aluno, como também no professor e o objeto se situa no processo de ensino - aprendizagem.
    È nitido que até os dias atuais as escolas tradicionalmente continuam usando a avaliação como instrumento uniformizador e seletivo, não levando em consideração a singularidade de cada um, suas caracteristicas pessoais, tempos e formas de aprendizagem .e isso acontece desde a Educação Infantil, a qual estabelece objetivos a serem atingidos,em conteúdos fragmentados e descontextualizados, não dando a atenção devida á diversidade.
    Desse modo, há uma necessidade de mudança de postura do educador com relação a avaliação, nao a restringindo a um resultado final, mas sim considerando-a um processo que tenha como objetivo auxilia-lo em sua intensão,se adequando as necessidades do aluno, dando-lhe a oportunidade de desenvolver todas as suas capacidades, numa relação de confiança, respeito mútuo, que estimule sua auto-estima.
    Líliam Beraldo e Garlene
    Responder
  30. B) Diante do que é dito na frase, a avaliação é vista apenas como a obtenção de resultados pelos alunos. Assim quanto melhor a relação entre o professor e o aluno, cooperação e cumplicidade, mais fácil será a prática da avaliação formativa. Não visando apenas resultados, mas fazendo com que o aluno desenvolva todas as suas capacidades.

    D) As práticas de avaliação na Educação Infantil relacionadas com os conteúdos factuais, conceituais, procedimentais, atitudinais, mostram que a avaliação não é somente centrada no resultado que cada aluno obtém, tem como objetivo fazer com que os alunos tenham a competência e a habilidade para aplicar o conhecimento adquirido na escola no seu cotidiano.
    (Isabel, Juliana Neves e Pollyanna)
    Responder

  31. d) Sobre os conteúdos factuais e conceituais, espera-se normalmente que o aluno saiba com precisão algum tipo de fato ou conceito da disciplina; já os conteúdos procedimentais é o "saber fazer" e o seu domínio só pode ser verificado a partir de situações de aplicação destes conteúdos. As relações atitudinais tem relação com a expressão subjetiva do aluno, mas que não são eficazmente valoradas e não são em ambientes livres para expressão, geralmente isto é feito de forma obrigatória e não autônoma. A relação das práticas de avaliação infantil com os conteúdos citados acima é que eles são impostos na escola sem que haja uma relação com a realidade desses conteúdos para que o aluno possa aprender e apreender.
    (Juliana Santos, Juliete, Sabrina Borges e Thaise)
    Responder

  32. É notável a importância dos conteúdos factuais, conceituais, procedimentais e atitudinais no processo de ensino/aprendizagem do aluno, estabelecendo-se uma relação direta entre esses e o contexto em que se vive. Dessa forma contribui-se para a construção da autonomia, criticidade e respeito ao próximo, levando em consideração que o caminho para o conhecimento aborda questões de cunho cognitivo, afetivo e social.Sendo assim é favorável a todo indivíduo, e deve ser trabalhado na Educação Infantil, pois permite à criança desde cedo agir da melhor forma nas diversas situações deparadas.
    (Ana Paula, Sirlei)
    Responder
  33. B-A relação professor-aluno deve ser primordial no processo da Educação Infantil, por se tratar de uma relação de troca entre os sujeitos envolvidos na aprendizagem, não deve ser classificatória ou criadora de rótulos, mas sim de um processo contínuo, frequente visando sempre o desenvolvimento em diferentes aspectos.


    c-

    Avaliação inicial: Necessita saber o conhecimento prévio dos alunos. Com esse conhecimento prévio o professor tem condições de elaborar o currículo a ser trabalhado .
    Avaliação reguladora: È a análise do processo de ensino-aprendizagem do aluno,sendo necessário a adequação às necessidades do aluno .
    Avaliação formativa:Leva em consideração o “caminho” percorrido pelo aluno, não somente a etapa final, permite ao professor fazer indagações sobre o que foi feito e o que é necessário fazer para a evolução desse aluno.



    d- No cotidiano escolar da Educação Infantil , devem ser utilizados os conteúdos factuais, conceituais, procedimentais, atitudinais, pois contribuem para o processo ensino-aprendizagem para a relação professor-aluno, tomando sempre a precaução de estar inserido em um contexto, sendo posteriormente aplicadas ao cotidiano .(Sabrina Souza, Lilian Barbosa e Kátia)
    Responder

  34. a)Do ponto de vista construtista, o objeto da avaliação deixa de se centrar exclusivamente nos resultados obtidos e se situa prioritariamente no processo de ensino/aprendizagem, ou seja, o sujeito da avaliação não apenas se centra no aluno, como também na equipe pedagógica.
    b)Quanto ao processo avaliativo na educação infantil, deve ser concebido de forma processual,construída aos poucos de forma a enriquecer o ensino/aprendizagem tanto dos professores quanto de alunos. O papel da escola e da verdadeira responsabilidade profissional passam por conseguir que os alunos atinjam maior grau de competência em todas as suas capacidades levando em consideração as deficiências trazidas por motivos sociais,culturais e pessoais.
    c)A avaliação inicial tem o propósito de verificar os conhecimentos prévios dos alunos, o que podem chegar a saber, saber fazer ou ser. Essa avaliação não pode ser estática, de análise de resultado, porque se torna um processo;a avaliação reguladora é o conhecimento de como cada aluno aprende ao longo do processo ensino/aprendizagem, afim de oportunizar proposts educacionais mais adequadas diante das necessidades detectadas ;a avaliação final se refere aos resultados obtidos e aos conhecimentos adquiridos enquanto a avaliação integradora refere-se ao conhecimento e avaliação de todo percurso do aluno, ou seja, um informe global.
    d)Percebemos que no contexto das práticas avaliativas na Educação Infantil, a avaliação de conteúdos factuais,conceituais, procedimentais e atitudinais de modo geral encontram-se articulados.
    Adriana e Cristiane
    Responder

  35. resposta d- O professor deve procurar avaliar o aprendizado do aluno em todos os seus aspectos, não limitando apenas ao cognitivo, que é compreendido pela memorização de fatos e aprendizagem de conceitos, mas também na observação sistemática de suas atitudes nas sala de aula e as suas capacidades de saber-fazer.(bruna e elaine)
    Responder


  36. A) Avaliação no construtivismo deve ser feita de acordo com as potencialidades do aluno, compreendendo que cada um tem o seu tempo de aprendizagem, que deve ser respeitado. A avaliação deve ter por objetivo aperfeiçoamento das práticas educativas do professor, promovendo avaliação continuada, gradativa.


    B) A relação professor/aluno é essencial para o processo de ensino/aprendizagem, pois é através dela que o professor conhece o aluno em suas necessidades e especificidades. A avaliação visa o desenvolvimento não só cognitivo,mas também afetivo e social, promovendo o desenvolvimento integral do sujeito. Avaliação não deve ser classificatória, não se deve taxar o aluno de incapaz ou determinar previamente tudo que ele será capaz de desenvolver, ou seja, se será um vencedor ou um fracassado do ponto de vista escolar e social.

    C) A avaliação inicial sonda o conhecimento prévio do aluno, através disto vai selecionando o que deve ser aplicado na avaliação reguladora e posteriormente na avaliação final poderá saber o que o aluno compreendeu ou não e assim na avaliação integradora ir introduzindo os conhecimentos que não foram adquiridos.

    D) Cada tipo de conteúdo deve ser avaliado de uma forma. Devemos avaliar as respostas exatas do aluno em conteúdos factuais, sua maneira de conceituação dos fatos em conteúdos conceituais, como coloca os conhecimentos em prática nos conteúdos procedimentais e como são suas atitudes, sua autonomia, posicionamento individual e social nos conteúdos atitudinais. Tudo isso deve ser levado em consideração nas práticas avaliativas da Educação Infantil, respeitando obviamente o nível de aprendizagem que apresenta essa faixa etária.

    (Eliana, Lucimar, Maria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário