Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

quinta-feira, 11 de abril de 2013

PROJETO INTERDISCIPLINAR


PROJETO MEMÓRIAS INDÍGENAS

PROJETO INTERDISCIPLINAR 


Tema: Memórias Indígenas

Disciplina de História: Hábitos e costumes do Índio do Brasil.

Disciplina de Arte: Cerâmica e pintura indígena. 

O projeto Memórias Indígenas, tem como contrapartida a interdisciplinaridade com as disciplinas arte e história. Na disciplina de história, o conteúdo programático focará os hábitos e costumes dos índios do Brasil. Além disso, tratará também da cultural indígena local. Em relação à arte, o projeto buscará proporcionar a execução de atividades práticas, através da produção de utensílios, ferramentas e outros elementos da cultura indígena, como também das pinturas feitas nos próprias peças produzidas, tendo como técnica: cerâmica e pintura.

Justificativa
Fala-se que o Brasil é fruto de um processo de miscigenação e mestiçagem e possui uma cultura rica e diversificada. Mas, o homem branco continua sendo apresentado como padrão nos conteúdos programáticos dos livros didáticos e nos currículos escolares, isso gera uma rejeição aos negros e indígenas, afetando o processo de identidade e diversidade cultural. Eu, particularmente sou fascinada pela cultura indígena, por isso, elaborei esse projeto com o título “Memórias Indígenas” com a intenção de trazer para dentro da escola um pouco da cultura dos índios, valorizando e reconhecendo a cultura indígena como parte da diversidade cultural da nossa história.

Objetivos: 
Valorizar a cultura indígena.
Produzir objetos utilizando a técnica modelagem em argila.
Analisar obras com a temática indígena do artista Ismael Martins.
Expor os objetos produzidos.

Público Alvo: Alunos do 2º ano "B" da escola de Ensino Médio Dr. Djalma da Cunha Batista.
Metodologia

1ª etapa 
Apresentar o vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=WnMJbtWXR9E) retirado do youtube sobre o tema: os hábitos e costumes dos índios do Brasil. Em seguida, realizar um debate sobre o vídeo, aproveitando os conhecimentos dos alunos sobre o tema trabalhado. Posteriormente, encorajar os alunos a compartilharem seus conhecimentos sobre a cultura indígena local, indagando, por exemplo, quem visitou alguma aldeia? O que viu de interessante nesta aldeia? Quais os hábitos e costumes dessas aldeias? Existe uma relação com a história e a arte nos hábitos e costumes desses povos?
Para demonstrar um pouco da cultura indígena local, apresentar o vídeo http://www.videos.ac.gov.br/?p=12596, do festival yawanawa de Tarauacá.
Realizar a projeção e a análise de obras indígenas do artista local Ismael Martins para ampliar o repertório da turma sobre a valorização da diversidade cultural indígena das aldeias locais e também a variedade de traços contidos nas obras.
Orientar os alunos a fazerem pesquisas sobre a técnica cerâmica e também sobre as pinturas feitas nos utensílios, elementos da cultura indígena local, e explicar que na próxima aula eles vão produzir sua própria obra utilizando argila e tintas.
2ª etapa 
Fazer uma pequena demonstração sobre como usar a argila. Deixar que os estudantes escolha livremente qual elemento indígena deseja representar com a argila. Após, as produções colocá-las para secar.
3ª etapa
Realizar pinturas baseadas nos traços artísticas indígenas nas peças produzidas.
4ª etapa
Encerrar com uma exposição na própria sala de aula. Criar com os alunos uma maneira para expor os trabalhos e os conceitos discutidos durante os trabalhos realizados e os temas estudados.

Materiais: notebooks, data show, vídeos, caixa de som, pinceis, desenhos de traços indígenas, argila e tintas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário