Viajando No Mundo dos Contos de Fada

Viajando No Mundo dos Contos de Fada

quarta-feira, 24 de abril de 2013

RECONTANDO CONTOS COM USO DE FANTOCHES


                        RECONTANDO CONTOS COM USO DE FANTOCHES
Tempo:  2 aulas
HABILIDADES: 
·         Desenvolver a oralidade e o hábito de ouvir com atenção.
·         Vivenciar diferentes papéis.
·         Desenvolver a expressão verbal e corporal
·         Sensibilizar-se e apreciar histórias

DESENVOLVIMENTO

Primeiro  o professor conta o Conto Chapeuzinho Vermelho para os alunos utilizando o fantoche  da Chapeuzinho . Em seguida, os alunos são chamados para recontar a história com suas palavras, manipulando o fantoche, poderíamos também  estarmos  colocando a música da Xuxa: Era uma vez.

2) A INTERTEXTUALIDADE
Tempo: 5 aulas
HABILIDADES:
·         Sensibilizar-se e apreciar histórias.
·         Dar-se conta da importância da leitura.
·         Desenvolver o amor aos livros e o desejo de ler.
·         Ampliar o universo das histórias infantis.
·         Conhecer e reconhecer o conceito de intertextualidade

DESENVOLVIMENTO:

Nesta atividade, o professor deverá ler junto com seus alunos os seguintes contos: Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve e  o Barba  Azul. Antes da leitura de todos os contos, o professor deverá solicitar aos alunos que façam antecipações com base no título, ou mesmo expor seu conhecimento prévio sobre os contos. Se algum aluno já conhecer o conto e desejar contá-lo para classe será uma oportunidade para se confrontar diferentes versões e até mesmo para observar se há diferenças entre a versão que os alunos conhecem e a versão escrita.

Durante a leitura, o professor deverá interromper algumas vezes a leitura, no caso do conto ser totalmente desconhecido das crianças para que as mesmas possam fazer antecipações e inferências levando em conta a trajetória do próprio conto. Todas as antecipações devem ser valorizadas, mesmo que não venham se confirmar na conclusão da leitura, uma vez que o professor pode oferecer aos alunos uma oportunidade de pensar como se desenrolaria a história se ela tivesse tomado o rumo de uma inferência não confirmada. A história teria o mesmo final? Como seria o final?

No decorrer da leitura, não somente é possível, como é provável que os alunos comecem a perceber pontos em comum entre os contos lidos. Quando um aluno fizer esse tipo de observação, o professor deve valorizá-la e dizer que todos guardem bem essa ideia porque na atividade que vão desenvolver vão precisar ficar bastante atentos a essas semelhanças. Esse pode ser o momento oportuno para explicar o conceito de intertextualidade, mostrando que ela existe justamente quando há essa ligação, essa conversa entre os textos.

Ao final da leitura dos três contos, o professor deverá entregar uma tabela de dupla entrada para ser preenchida junto com os alunos, levando em conta os pontos comuns entre as leituras. O preenchimento deverá ser feito através das observações dos alunos, como na tabela abaixo.

Semelhanças Encontradas
Chapeuzinho Vermelho
O Barba Azul
Branca de Neve
Início " Era uma vez"



Animais que são mortos para comprovar a morte de uma pessoa



Chaves para incriminar



|Presença dos números mágicos



3) OS CONTOS E AS RELAÇÕES INTERPESSOAIS
Tempo: 2 aulas
Habilidades:
·         Através dos contos de fadas  expressar sentimentos
·         Estabelecer ligação entre fatos pertinentes ao universo da ficção e a realidade
·         Participar de rodas de conversa
Desenvolvimento:
Esta etapa está associada com as leituras realizadas na atividade anterior. Os alunos deverão nesse momento trabalhar roda de conversas para discutir os seguintes assuntos:
Há alguma ligação entre os contos lidos e alguns fatos que acontecem na realidade?
Nos três contos lidos há algum tipo de violência e as personagens que são vítimas dessa violência são mulheres.
Nesta atividade é possível ao professor debater com os alunos a questão da violência contra a mulher. Peça a eles que contem histórias em que a mulher é vítima da violência. É um momento em que se podem trabalhar valores como o direito à igualdade e o respeito. Dependendo da maturidade da turma é possível estabelecer ligações com a Declaração dos Direitos Humanos. Refletir sobre o problema, pensando juntos em maneiras de se evitar esse tipo de violência é uma maneira de proporcionar uma visão de cidadania adequada aos alunos, trabalhando valores e ensinando-os a pensar eticamente.
4) Estudo de diferentes versões de um mesmo conto

Habilidades: 
·         Ampliar o universo das histórias infantis.
·         Intertextualidade
·         Enriquecer e ampliar o vocabulário.
·         Desenvolver a oralidade e o hábito de ouvir com atenção
Etapa 1
Leitura da primeira versão da história Chapeuzinho Vermelho dos Irmãos Grimm
Logo ao iniciar a seqüência, o professor comunica às crianças qual será o procedimento a ser seguido por ele e por seus ouvintes, de forma a assegurar que a narrativa seja compreendida e apreciada. Ele informa que lerá outras versões da mesma história, compartilhando com a turma como será realizado o trabalho.
A primeira etapa da seqüência consiste na leitura pelo professor da primeira versão da obra
escolhida. É importante, nesse momento, considerar as orientações anteriores, em relação ao preparo prévio da leitura e das intervenções a serem realizadas durante a atividade.
A história é curta e pode ser lida de uma única vez. Se houver mais de um exemplar do livro na escola, ele pode ser disponibilizado na sala de aula para que as crianças os manuseiem, apreciem as ilustrações e leiam no próprio texto, mesmo sem saber ler convencionalmente.
Após a leitura, quando o professor estiver certo de que as crianças já comentaram a respeito de tudo o que gostariam, ele coordena uma atividade para propor a análise de recursos lingüísticos que tornam a obra singular e atraente para o leitor. Pode, inclusive, realizar um registro das conclusões do grupo acerca de suas principais características o que será útil nas etapas seguintes da seqüência.
Um recurso que pode ser destacado da primeira versão lida são as descrições das personagens e cenários. Caso tais características não tenham sido notadas pelas crianças, o professor pode chamar a atenção para elas, relendo algumas descrições e conversando sobre a linguagem literária e os efeitos que ela produz no leitor. 
·         Como o autor descreve o lobo no início da história, como ela estava? (faminto)
·         Quais foram os recursos utilizados pelo autor para descrever a floresta?
·         O que o lobo diz à Chapeuzinho quando eles se encontram pela primeira vez?
·         O que o lobo usou para fingir ser a avó da menina?
·         Como o autor descreve a localização da casa da avó?
·         O que fez Chapeuzinho perceber que a avó estava com um aspecto muito esquisito?
·        
Etapa 2
Leitura da segunda versão da história Charles Perrault
As histórias escritas pelos irmãos Grimm defendem valores como a bondade, o trabalho e a
verdade. Em seus contos, as pessoas bondosas são premiadas e as maldosas são castigadas. Nem sempre isso ocorre na vida real, mas, na literatura destes autores, quem merece sempre ganha um final feliz. Já nesta versão de Charles Perrault, o desfecho da história é um pouco diferente.

Chapeuzinho não tem um final feliz, pois acaba devorada pelo lobo, assim como sua avó .Na segunda etapa da seqüência o professor realiza a leitura desta versão. Assim como na primeira etapa, as orientações para o seu encaminhamento são as descritas anteriormente no item "A leitura pelo professor".
Quando a leitura estiver concluída, o professor propõe a comparação entre as duas versões, retomando as características destacadas na análise registrada anteriormente. Nesse momento, o professor pode também registrar as conclusões das crianças a respeito das características das duas versões, relendo trechos e chamando a atenção para as semelhanças e diferenças na trama e no texto. 
·         O que acontece no primeiro encontro entre a menina e o lobo numa versão e em outra? Como é o diálogo entre eles em cada uma das versões?
·         Vamos comparar as diferentes descrições sobre a localização da casa da vovó?
·         Vamos ver como os autores descreveram a Chapeuzinho em cada uma das versões?
·         Quais são os diferentes acontecimentos que chamam a atenção e distraem Chapeuzinho Vermelho a caminho da casa de sua avó?
·         As recomendações da mãe no início da história são diferentes nas duas versões?
·         Que fim levou o lobo nas duas versões

Etapa 3
Leitura da terceira versão da história
Nesta última etapa da seqüência o professor encaminha a leitura de uma terceira versão do conto. Assim que o grupo se familiarizar com a nova versão, deve ser incentivado a conversar sobre ela. É quase certo que estabelecerão, espontaneamente, relações comparativas com as duas outras versões já trabalhadas, identificando semelhanças e diferenças. Mesmo assim, o professor pode focar suas observações em outros aspectos, voltando, com as crianças, aos registros feitos anteriormente.

Nesta terceira versão, do ponto de vista do conteúdo da história, ao invés de comer a avó o lobo a tranca dentro do armário e também não chega a comer Chapeuzinho, que pede ajuda e é socorrida pelos caçadores da floresta. Além desta diferença evidente na trama, o professor poderá continuar discutindo aspectos formais do texto, ao propor um levantamento dos fatos que se conservaram nas três versões e das diferenças no texto escrito, destacando o estilo de cada autor/tradutor/adaptação.

Exemplos de questões que podem disparar essa análise: 
·         A mamãe pede para Chapeuzinho Vermelho levar comida à vovó. O que diz a mãe agora, nesta terceira versão?
·         Chapeuzinho Vermelho se encontra com o lobo no bosque. Como cada autor relata o diálogo entre eles?
·         Chapeuzinho caminha pela floresta - como este cenário é descrito, o que há em cada um dos textos?
·         O lobo engana Chapeuzinho Vermelho e chega antes dela à casa da vovó. O que diz a ela para enganá-la nessa versão?
·         Quando chega, Chapeuzinho Vermelho faz perguntas ao lobo, que está deitado na cama da
·         vovó. Há diferenças nas perguntas e respostas deste diálogo em comparação com as outras
·         versões?
·         O que acontece na história assim que o lobo chega na casa da vovó? Quais as principais
·         diferenças?
·         avaliação
 avaliação será realizada de acordo com o envolvimento e participação dos alunos nas etapas propostas, bem como, os pequenos avanços, como forma de replanejarmos e repensarmos nossas ações educativas.

O professor pode acompanhar a ampliação das aprendizagens das crianças nesta sequencia, nas demais situações de leitura e produção de texto propostas em sua rotina. É importante que elas continuem refletindo sobre os aspectos característicos da linguagem dos contos clássicos, comparem essa linguagem com a de outros gêneros, utilizem esse conhecimento em suas próprias produções textuais etc.

                                                                   BIBLIOGRAFIA
Chapeuzinho Vermelho e Outras Histórias , Irmãos Grimm, Ed.Paulinas, Os Contos de Grimm , Jakob Grimm, 288 págs., Ed. Paulus.
Chapeuzinho Vermelho e Outros Contos por Imagem , Rui Oliveira, 72 págs., Ed. Cia. das
Letrinhas.
Chapeuzinho Vermelho (Coleção Grandes Clássicos), 24 págs., Ed. Girassol.



                                                           Título do projeto:
Hora do conto com fantoches

Duração:
5 dias

 Objetivos: Despertar   o gosto pelas histórias infantis;

Observar as maneiras como as histórias serão apresentadas (livro, cd, filme, fantoches);
Interpretar as histórias oralmente;
Analisar os personagens que compõem as histórias e classificá-los em conjuntos;

Desenvolver a criatividade confeccionando fantoches, uma janelinha para teatro de fantoches e um espelho mágico;
Resolver problemas de adição e subtração oralmente com material concreto;
Desenvolver a atenção, raciocínio e a imaginação;
Observar a sequencia em que as senas são apresentadas nas histórias;
Expressar-se oralmente;
Compreender-se como personagem da história;
Apresentar um teatro de fantoches em grupo;
Associar cenas da história com atividades divertidas na culinária.

Procedimentos:
1° dia:
Trabalhar com o livro
HISTÓRIA A CHAPEUZINHO VERMELHO
• No pátio levar o livro dentro de uma cesta e contar a história aos alunos após ter explorado o livro e a relação da cesta com a história;
• Questionar oralmente os alunos sobre os fatos ocorridos na história;
• Pedir para que os alunos contem a história novamente observando as gravuras, os personagens e respeitando a seqüência dos fatos;
• Exercício de fixação e coordenação;
(pintar o caminho que o lobo mau percorreu e colar bolinhas de papel no caminho que a Chapeuzinho percorreu para chegarem até a casa da vovó).
• Jogar o jogo da trilha onde alguns alunos serão a Chapeuzinho e outros serão o lobo mau onde o objetivo é chegar à casa da vovó primeiro.
• Atividade onde os alunos resolverão problemas de adição e subtração com ajuda da professora, utilizando material concreto.
Ex.: Na cesta da Chapeuzinho haviam 3 maças e 2 laranjas. Quantas frutas ela tinha ao todo dentro da cesta?
No caminho a Chapeuzinho colheu 5 margaridas para sua vovó, mas duas caíram da cesta. Quantas margaridas a Chapeuzinho deu para sua vovó?

2° dia:
Trabalhar com o CD
História A BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES
• Sentados em círculo ouvirão a história contada em CD;
• Oralmente responderão alguns questionamentos referentes à história;
• Com materiais recicláveis confeccionar um espelho “mágico”;
(soltando a imaginação: o que você gostaria de perguntar ao seu espelho mágico?).
• Exercício de fixação e relação de um para um;
(sete camas para sete anões)
• Atividade: Árvore das maçãs;
(algumas maçãs foram envenenadas pela bruxa os alunos deverão encontrar as maçãs boas para continuar na brincadeira, se encontrar a bruxa é sinal de que a maçã está envenenada então o aluno terá que sair da brincadeira. Ganha quem encontrar somente as maçãs boas).

3° dia:
Trabalhar com o filme
História OS TRÊS PORQUINHOS
• Assistir o filme;
• Momento onde relatarão a cena em que mais chamou a atenção;
• Jogar o jogo da memória dos personagens da história;
• Pintar rolos de papel higiênico para montarmos uma janelinha para teatro de fantoches;
• Exercício de fixação;
(desenhar ao lado de cada porquinho a casa que ele construiu).
4° dia:
Recordar a história do LIVRO, CD E FILME.
• Organizar a turma em três grupos;
• Cada grupo ficará responsável por uma história e receberá um livro onde irá conter a história da CHAPEUZINHO VERMELHO, ou da BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES, ou dos TRÊS PORQUINHOS.
• Cada grupo deverá recordar-se das cenas e observar os personagens que compõe a sua história;
• Confeccionar os fantoches de cada personagem que compõe a história, utilizando materiais recicláveis;
• Com os rolos de papel higiênico já secos colar um ao lado do outro para confeccionarmos uma janelinha para teatro de fantoche.

Conclusão

5° dia:
Sugerir para que com a janelinha e os fantoches confeccionados, os alunos apresentem um teatro de fantoches aos colegas, utilizando como referência as histórias trabalhadas durante a semana.

As histórias infantis

O prazer pela leitura surge quando a criança ouve histórias. Ela então quer ver os personagens que em sua mente vão surgindo, enquanto as histórias são contadas. Buscam os livros, e vai despertando, assim, o gosto pela leitura.

Colocar livros nas mãos dos pequeninos é um dos grandes meios para se obter no futuro novos escritores. A escrita correta, a forma de expressar-se bem oralmente, depende muito da leitura. Por isso contar histórias ainda é uma ótima opção para os pais e professores.




Nenhum comentário:

Postar um comentário